Notícias

Celebração Eucarística marca os 125 anos de Missão no Brasil e do Colégio Damas

29 Out 2021
Missa foi realizada no Gymnasium Irmã Socorro e foi presidida pelo arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, e concelebrada pelo bispo auxiliar, Dom Limacêdo Antônio

Uma Missão que chega aos 125 anos é, acima de tudo, fruto da vontade e da inspiração de Deus. Contemplar a trajetória das Religiosas da Instrução Cristã, desde a chegada ao Brasil, em 1896, até os dias atuais, é deparar-se com a fé, a coragem e a ousadia de mulheres dispostas a sacrificarem-se e consagrarem-se inteiramente à juventude. O primeiro passo dessa caminhada foi a fundação do Colégio Damas, primeira unidade da Rede Damas Educacional.

Para celebrar esses dois marcos históricos, uma Missa em Ação de Graças foi presidida pelo arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, e concelebrada pelo bispo auxiliar, Dom Limacêdo Antônio, além de outros integrantes do clero metropolitano. A Celebração Eucarística foi rezada, na última terça-feira (26), no Gymnasium Irmã Socorro Freire, e reuniu alunos, famílias, religiosos de outras congregações e autoridades públicas.

Durante a homilia, Dom Fernando falou da beleza contida na fé das religiosas que, por amor a Deus, lançaram-se para águas mais profundas, rumo a uma missão em terras pouco conhecidas. “Nós somos uma Igreja permanentemente em missão. Por isso, somos enviados aonde for necessário e as irmãs colocaram-se neste caminho. Que presente para os jovens do Brasil contar com o testemunho dessas vidas doadas e que têm alcançado tantos frutos”, afirmou.

Muitos eternos alunos também estiveram presentes na Celebração. Entre tantos deles, um estava no altar, a serviço da Liturgia: era Dom Limacêdo. O bispo estudou no Colégio Santa Cristina, em Nazaré da Mata (PE), e a convivência com as Religiosas da Instrução Cristã o fez descobrir uma grande missão: o Sacerdócio. “Dom Fernando, hoje eu estou, aqui, como o seu bispo auxiliar, mas também como ex-aluno das irmãs. Posso dizer que a minha vocação foi gerada no útero desta congregação. Minha palavra não pode ser outra, além de gratidão”, destacou.

Atualmente, a irmã Marcela Sarmento é diretora geral do Colégio Damas e presidente da Rede Damas Educacional, mas, no passado, também foi educanda das Religiosas da Instrução Cristã. Na instituição, adquiriu conhecimento, mas também, como gosta de dizer, cultivou o mais importante, que é a fé em Deus. “Eu, que também bebi desta fonte, dos meus quatro aos 17 anos, trago muito das minhas predecessoras: Madre Loyola, Madre Chantal, Irmã Miriam, Irmã Eliziete e Irmã Alcilene. Todas tiveram o privilégio de gerir esta casa de educação e, da mesma forma como eu sou fruto dessas religiosas, também espero ser semente para cada um dos nossos educandos”, disse.

Assim como a superiora geral das Religiosas da Instrução Cristã, irmã Eulalia Maria, está em atividade pastoral na Bélgica, a superiora provincial no Brasil, irmã Cleonice Santos, também encontra-se em missão nas comunidades do Sul do Brasil. As duas religiosas acompanharam toda a Santa Missa por meio da transmissão online nas redes sociais da Rede Damas. Esta última escreveu uma mensagem para esse momento tão especial da vida do Instituto e do Colégio Damas.

“A coragem e a confiança deram as mãos nessa caminhada. Foi preciso muita coragem de nossas Religiosas da Instrução Cristã, pioneiras no Brasil, para deixar a terra mãe e abraçar outra nação como casa. A força do chamado e a confiança no Espírito Santo moveram-nas como missionárias do Reino de Deus, estendendo e multiplicando o carisma, inspirado por Madre Agathe, de sacrificar-se e consagrar-se inteiramente à juventude. É este sentimento continua a permear a vida das novas gerações consagradas à missão”, disse a irmã Flávia Matias, conselheira da congregação, ao ler o texto enviado pela superiora provincial.

notícias relacionadas